sua localização:Casa»Destaques e Imagens»conteúdo

Transístor, o presente de Natal do século, completa 60 anos

Primeiro transístor do mundo

No dia 23 de Dezembro de 1947 o mundo conhecia o transístor, o primeiro amplificador eletrônico de estado sólido.

Até então, a eletrônica era baseada nas válvulas, dispositivos parecidos com lâmpadas, cujos componentes eram montados dentro de um invólucro de vidro a vácuo.

Mais do que substituir as válvulas eletrônica, o transístor logo se revelaria como uma das ferramentas mais importantes já criadas pelo homem. E a humanidade nunca mais seria a mesma depois dele.

Transístor de germânio

O primeiro transístor media cerca de 1,5 centímetro e não era feito de silício, mas de germânio e ouro, montado sobre suportes de plástico.

Os transistores fabricados em escala industrial hoje medem poucos nanômetros, centenas de vezes menores do que o original. Em escala de laboratório, os cientistas já conseguiram fabricar transistores moleculares, centenas de vezes ainda menores.

Seguindo os avanços de vários outros cientistas, coube ao trio John Bardeen, Walter Brattain e William Shockley os méritos pela invenção do transístor. Eles receberam o Prêmio Nobel de Física de 1956 pelo seu invento.